Revista internacional publica estudo realizado por médico ortopedista de Criciúma

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Doutor Marcelo Baggio integra equipe médica da Levve Ortopedia

A revista de ortopedia internacional SICOT-J publicou um artigo escrito pelo médico Marcelo Baggio, de Criciúma, baseado em um estudo com 100 pacientes com mais de 60 anos com o intuito de descobrir a causa das fraturas de fêmur proximal, no quadril. O ortopedista e traumatologista da equipe médica da Clínica Levve focou a pesquisa no problema que segundo a base de dados da MEDLINE, LILACS e SciELO, tem uma taxa de mortalidade de 12% a 37% em idosos após um ano do trauma ósseo.

O médico explica que aproximadamente 50% das fraturas de fêmur proximal transtrocanteriana (osso do quadril), são extremamente debilitantes para o idoso. “Os pacientes do estudo que apresentaram esse tipo de fratura mostraram de forma significativa  uma situação patológica no quadril chamada de Impacto Femoroacetabular que é, basicamente, o contato precoce entre o fêmur e o acetábulo (ossos que formam a articulação do quadril) que ocorre durante graus elevados de determinados movimentos como flexão, dobra do joelho e rotação externa”, completa.

A correção cirúrgica do impacto pode prevenir futuramente os casos de fraturas transtrocanterianas. O artigo foi realizado de forma retrospectiva, avaliando casos já existentes, e levou aproximadamente oito meses envolvendo análises e desenvolvimentos, sendo  publicado pela Sociedade Internacional de Cirurgias Ortopédicas e de Traumatologia (SICOT-J).

Categorias

 

Recentes